Novo Explicação para a Formação da Via-láctea

 

Mapa da Via-láctea feita pela Missão Gaia créditos: ESA

Hoje um novo Estudo publicado na Revista Nature, a revista científica mais importante do mundo, revela a origem e evolução da nossa Galáxia.

Uma das características mais estranhas, digamos assim,  é a grande variação dos elementos químicos entre as estrelas. Os elementos surgem do processo de nucleossíntese dentro de supernovas,  á questão é,  temos dois tipos de Supernovas; a do tipo 1 gera uma nuvem de gás rica em Ferro, essas nuvens tão origem a estrelas ricas em ferro, já as supernovas do tipo 2  formam nuvens com elementos Magnésio, Silício, Oxigênio com um  baixo teor de Ferro. Agora que definimos isso podemos ir ao artigo.

O Artigo mostra evidencias que houve duas fases de formação estelar na Via-Láctea, separadas por bilhões de anos, onde a nossa galáxia cessou a formação de novas estrelas. Primeiro uma fase de formação de estrelas alimentadas por supernovas do tipo 2 ricas em elementos como magnésio, oxigênio etc, depois um grande período de 2 bilhões de anos sem formação de estrelas, para depois supernovas do tipo 1 ricas em Ferro dar origem a uma nova geração de estrelas, incluindo o nosso Sol.

Esse tipo de formação de estrelas não era esperado para galaxias como a nossa, mais observações são necessárias para confirmar esse modelo que pode mudar tudo que sabemos sobre a formação de galáxias como a Via-Láctea.

Fonte: https://phys.org/news/2018-08-stars-rebirth-home-galaxy.html

Artigo da Nature: https://sci-hub.tw/https://www.nature.com/articles/s41586-018-0329-2

(Visited 19 times, 1 visits today)

You might be interested in

avatar
5000
  Subscribe  
Notify of